26 de fev de 2011

Impaciência

Perguntei ao meu conselheiro Amor por onde andava a minha paciência,
ele foi logo me dizendo: como assim? ela está ao seu lado sempre! é essa tua ansiedade que te cega e não a deixa ver, não compreendes que em tudo é preciso saber esperar? Que as coisas não acontecem a seu bel prazer e sim de acordo com a vontade daquele que te fez?
Como é difícil aceitar e entender o ritmo cadenciado do nosso Criador, geralmente a gente quer mesmo é tudo para ontem e se apenas a nossa vontade fosse feita, quem sabe já estaríamos, deliberadamente, encerrando o ano que mal começou.
A natureza é o maior exemplo que não é aconselhável pular fases, é preciso semear no tempo certo, esperar brotar com tranquilidade, deixar crescer com liberdade, florescer em beleza e cor e, finalmente, deixar-se morrer. Não se atropelam os ciclos, nem adianta quebrar o ovo antes da hora, tudo tem o seu momento certo para acontecer. Cada etapa tem a sua importância, nada se faria de modo perfeito se todas não fossem cumpridas numa rigorosa e ordeira sequência.
Eu quero aprender a ser absolutamente paciente, ter a tranquilidade de abrir os braços como largas asas e respirar profundamente, é assim que deve ser antes de tomar qualquer decisão ou rumo.   Também vou  fazer ao menos de alguns minutos um tempo de reflexão, haverei de entender todas as pausas que me forem impostas, dessa forma a vida vai mostrar o seu real sentido e me ensinará que sábio não é aquele que consegue driblar o tempo, mas o que sabe viver um dia de cada vez!
“Não é bom agir sem refletir; e o que se apressa, com seus pés erra o caminho.” (Pr 19,2)


26 comentários:

Suzete Retti disse...

Que profundidade e verdade, também estou vivendo esse momento de cada coisa no seu tempo tanto que coloquei no blog Eclesiastes 3,1-8.Bjs

Patrícia disse...

Tem toda razão...
Também sou assim, já aprendi muito, mas ainda tenho que ser mais paciente ainda!

Beijo

Adriana Alencar disse...

Há um tempo para cada coisa, já dizia Salomão no Eclesiastes, nós é que não compreendemos a sabedoria divina e tentamos apressar tudo.
Maravilhoso texto!
Beijo
Adri

Sonhadora disse...

Minha querida

Um texto muito bom e para pensar-mos e nos repensar-mos, a vida tem ser vivida com calma e aprendendo sempre.

Deixo um beijinho e desejo um bom fim de semana.

Sonahdora

Marinha disse...

Tente mergulhar para dentro de ti, amiga, e verás tudo o que precisas ver e entender. Talvez, não te falte paciência, talvez esteja sobrando vontade de viver. E a vida é urgente, não é? :)
Amo passar por aqui!
Bjo e paz pra ti.

BIA disse...

Oi Néia!!!
Noosaa!!! É bem assim... o difícil é ter a sabedoria para compreender que tudo tem seu tempo certo para acontecer e tantas vezes atropelam fases e etapas da vida no qual as consequencias aparecem mais tarde... precisamos de inteligência emocional, só exercitando a paciência, por essas e outras que admiro tanto da filosofia oriental, tão sábia nos ensinamentos para manter a paz e a serenidade, coisa que para nós ocidentais ainda está longe de se ver na prática com tanta gente grosseira e estúpida que se vê por ai. Pefeito o post!!!
Bom fim de semana
Beijos
Bia

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Néia, obrigado pelas palavras lá no Verseiro, por aqui seus textos sempre agradam...tem qualidade
Já fui bem mais ansioso, hoje acho que melhorei um pouquinho, em compensação no trabalho estou meio que impaciente...rs...mas acho que é uma impaciência diferente da ansiedade, é uma sensação de não querer mais engolir sapos entende...rs
Bom...muita paz, equilibrio e serenidade pra todos nós...
Um abraço na alma
Beijo

Marli Borges disse...

Oi Néia,

Já fui ansiosa noutros tempos. Hoje em dia sinto que melhorei, serenei. Não muito, é verdade, ainda tenho algumas sequelas, rsrs, mas já ajudou. O Livro de Eclesiastes é bem específico e pontual a respeito, principalmente quando diz que há tempo para tudo, tudo no seu devido tempo... Longe de mim questionar a sabedoria de Salomão, mas dá só uma olhadinha na idade dele quando escreveu o Eclesiastes, na 'quilometragem' dele, nas vivências e experiências de vida dele. Isso conta muito. Se conta! De qualquer forma, a gente vai caminhando e cantando, ops, caminhando e aprendendo, não é? Adorei o texto amiga, tem gostinho de quero mais!
Bjsssssss

Mônica Bif disse...

Oi Néia, obrigada pelas palavras lá no meu Blog, obrigada pela presença! Já fui muuuito ansiosa, o que realmente me prejudicava muito, ainda mais por eu ser Enfermeira, imagina uma Enfermeira ansiosa atuando num PS do SUS, KKKKKKKKKKKKK, aquilo lá já é uma loucura, daí que eu ia pirar de vez! KKKKKKKKKKKKKK, mas com o tempo, crescimento e maturidade, com as experiências que fui tendo, passei a "diminuir o meu ritmo", visto antes que me antecipava impacientemente sobre algumas coisas muuuuuuuuuuuuito antes de elas acontecerem, e isso realmente me fazia muito mal. Roubava muito da minha energia boa. Com o tempo fui aprendendo a confiar mais no Ser Superior, e viver um dia de cada vez, agora estou bem mais equilibrada, realmente devemos respeitar as estações da nossa vida, para tudo existe um tempo e uma condição favorável, precisamos aprender a ser cautelosos e descansar na direção certa, se semeamos com alegria ou muitas vezes em meio a dores e restrições, ainda assim sementes do bem, é certo que faremos a colheita, o tempo chegará! Bjsss e ótimo final de semana pra vc tb!!!!

Valéria disse...

Oi Néia!
Sábias palavras, cada coisa tem seu tempo, mas estou sempre colocando o carro na frente dos bois, como dizemos por aqui. Estou sempre buscando ter essa paz interior que me permita ser menos impaciente. Bom final de semana!

Assis Freitas disse...

paciencia tem que ser na justa medida, senão...


beijo

Zéza disse...

Oi querida! Tudo tem o seu tempo e a imagem ilustra muito bem o texto! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

Maria Célia disse...

Boa noite, Néia
Texto excelente. Você tem razão queremos tudo pra ontem. Como é doloroso esperar o tempo certo. A imagem que você escolheu tem tudo a ver com suas sábias palavras.
Aproveitando, agradeço pelo comentário no meu blog e a dica sobre os terríveis sapos, que misteriosamente assim como apareceram, desapareceram.
Bjos

Socorro Melo disse...

Oi, Norma!

Excelente abordagem, Néia. A natureza é o nosso exemplo maior. Somos tão imediatistas. Ainda bem que o nosso tempo, é diferente do tempo de Deus. Penso que essa ansiedade exacerbada, é um mal do século, todos somos vítimas. Mas, cabe-nos parar, refletir, e nos freiarmos, para que assim aprendamos a viver, saboreando a vida, minuto a minuto.

Abração e bfs
Socorro Melo

LILIANE disse...

Como disse a Marinha, acho que eu tenho urgencia de viver e nisso acabo ficando muito ansiosa, ansiosa mesmo, e como a galinha fico dando martelada nos ovos que a vida me dá, rsrs
Néia, que reflexão profunda.
profunda mesmo...
eu preciso aprender a viver um dia de cada vez.
como disse a Marli, quem sabe com a idade eu aprenda isso.
beijos. bom domingo.

Adelaide disse...

Néia, tudo bem com vc? Sabe também costumo ler o Nuno e lá no blog, coloquei em letras maiores somente o que consegui colocar em minha vida, sei que é pouco mas é um começo.
Quanto a Paciência eu a exercito, desde o momento em que me descobri grávida, e nos ultimos 4 anos tenho exercitado também a tolerância.... achava eu que ser paciente era algo impossivel, agora descobri que "ser" tolerante é o que realmente é dificil....rsrs
A mim, parece fácil (atualmente) ser paciente e aguardar a vontade do Creador, o dífícil é tolerar cada um, com suas verdades.
Abraços

Arnoldo Pimentel disse...

Tem selos de presente pra você no meu blog.

http://ventosnaprimavera.blogspot.com

Carla disse...

Belo texto de reflexão, o amor é urgente, mas o tempo é sábio.
Também almejo esta paciência, saber aceitar o momento e não pular etapas.

Flor da Vida disse...

Encontro aqui mais uma rica e iluminada mensagem... Palavras profundas e verdadeiras, que só vem somar na claridade do caminho do bém!
Amada amiga, que Deus te abençoe sempre e sempre!

Linda e abençoada semana pra ti!
Carinhos... Bjsss

Denise Portes disse...

Néia querida,
Neste ritmo que o mundo vive somos levados a querer tudo muito rápido, gerando uma ansiedade e uma impaciência permanente. Eu acho que o jeito é estar atento a esse movimento e você está. Tudo certo.
Um beijo, com carinho
Denise

Mônica disse...

Neia
eu preciso urgentemente aprender a der paciente.
Sou afobada demais!
Deus precisa ter misericordia de mim e me dá tranquilidade.
As cartas foram por acaso que vieram para na minha mão. Mas se houvesse uma queda por escrever. Dariam belas histórias.
com carinho MOnica

Nilce disse...

Oi querida

Ah, essa danada da paciência que nunca temos.
Não conseguimos controlar nosso ímpeto de adiantar as coisas.
Mas você tem toda razão: as etapas devem ser cumpridas e nunca devemos perder o controle e tentar resolver na pressa.
Eu preciso aprender a contar pelo menos até 100.

Bjs no coração!

Nilce

Ivana Maria disse...

Oi, minha querida, primeiramente quero te agradecer pelo comentário em meu Blog. Posto aqui a resposta que também te dei lá: “Recomeçar” deveria ser a terceira estrofe, tentei, mas não consegui fazê-la ainda. Vai ver ser devido aos nós que ainda estou desfazendo, alguns deles estão tão apertados que não me liberaram ainda para o recomeço. Mas eu chegarei lá. Adorei o este texto seu, reconheci-me nele. Ter paciência é um aprendizado relevante para a nossa evolução. Um beijo.

welze disse...

na maioria do tempo, sou impaciente. mas estou melhorando, aos poucos, também na minha idade, se não melhorar, estraga mesmo. boa semena

REINALDO FONSECA - PASCOM disse...

Olá! È uma alegria e uma felicidade enorme para nós da Paróquia São Pedro Apóstolo ser seguidor do seu blog. Grande abraço na Paz e no amor de Cristo.

Reinaldo

Derland disse...

Muito legal seu blog e otimo, e muito criativo, se depois vocês quiser olhar o meu blog e dar a sua opnião eu ficarei muito grato: http://derlandreflexivo.blogspot.com/