30 de mai de 2011

A tua ausência me causa um caos

Um vazio do tamanho do mundo ( imensurável);
o olhar vago incapaz de alcançar o horizonte (um lugar muito distante);
um silêncio frio que deixa até os recônditos da alma gelados (graus negativos);
aquele nó na garganta que não permite o menor fio de voz (nem um sussurro);
um bramir de impaciência que faz perder a noção do tempo (minutos viram séculos);
como não fazer perguntas banais (cadê você? Ta fazendo o quê? com quem você está?);
até um presságio funesto (algo fatídico teria acontecido?);
um barco à deriva, um pássaro sem vontade de voar, uma música incapaz de fazer dançar, um desvario de solidão,
é isso que tua ausência me faz!

(Esse texto faz parte do projeto "Dois Olhares" de Néia Lambert e Denise Portes http://odeliriodabruxa.blogspot.com)


Direitos Reservados

35 comentários:

Camila Monteiro disse...

Eitaaa que já senti isso!!!
Doi, doi, doi, sei bem como é!
Excelente semana pra vc!
Beijos

Misturação - Ana Karla disse...

Quando muito querido(a), a falta faz.
Bom dia Néia!
Xeros

✿ chica disse...

Dá pra entender muito bem!LINDO!!!beijos,chica (ainda com dificuldades pra comentar...Esse blogger!!!)

Vivian disse...

Bom dia,Néia!!!

Lindo texto...dá pra sentir o vazio daqui...
Uma velha conhecida...esta sensação...
Beijos pra ti!!!!
Bom início de semana!

Valéria disse...

Oi Néia!
Nooossa! É mesmo imensurável a falta de alguém!
Quem já não passou por isso que atire a primeira pedra!rsrsrs
Beijão e ótima semana!

Louro Neves disse...

A gente aprende muitas coisas, mas pouco sabemos como entrar em acordo com o coração.
Felicidades, querida!

Nilce disse...

Oi Néia

Esses sentimentos doem tanto.
Sei muito bem o que é isso. Pena que não sei dizer com palavras tão lindas.

Bjs no coração!

Nilce

Malu disse...

Há presenças que mexem conosco, mesmo! Nos deixam meio sem chão e cheias de sensações...muitas vezes boas, n'outras não tão boas assim.
Lindo! Abraços

BIA disse...

Oi Néia!!!

Acho que já disse que você consegue descrever o indescritível... muito lindo, o mundo é bem mais feliz tendo a poesia. Uma semana repleta de alegrias!!!
Bjus
Bia

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo e sentido seu poema,mas a falta e saudade que sentimos de alguém pode ser o caminho para novos rumos.Beijos

Adelaide Araçai disse...

Essa "falta" dolorida que é tão boa, transformadora da saudade em necessidade, e reencontro em momento único.
Parabéns pelo texto
Tenha uma ótima semana
Muita Luz e Paz

Meri Pellens disse...

A ausência de quem amamos é um vácuo impreenchível.
Paz e bênçãos, Néia!

Lucimere disse...

Olá!
Essa dependência de alguém nos deixa a deriva mesmo e isso não é legal.
bjoss

Denise Portes disse...

Néia,
Como dizia Vinicius de Moraes:
Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito — peito de remador.
As ausências, muitas vezes, fazem parte do caminho de quem vive um grande amor.
Um beijo
Denise

Sotnas disse...

Olá Néia, que tudo permaneça sempre bem contigo!
Algo que faz bem faz falta, alguém que te deixa sempre feliz esta ausente, com certeza sentimos que está tudo um caos!
Belo e expressivo texto, belas palavras e sentimentos, dos quais sempre cedo ou tarde todo vivente experimenta!
Deveras contente por tuas sempre gentis visitas e carinhosos comentários eu desejo a você e todos ao redor, intensa felicidade, um enorme abraço e até mais!

Mayra Di Manno disse...

Ola Néia,
Nunca li algo tão próprio ao que sinto com a falta da pessoa que eu amo. É exatamente dessa forma e com essa intensidade. "A tua ausência me causa um caos". Sensacional!
Um beijo,

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Néia
Suas comparações, com a dor da ausência foram perfeitas. Parabéns.
Bjux

Mariazita disse...

Olá, Néia
Muito bem analisado.
A ausência do ser amado provoca tudo isso...e o mais que adiante se verá:)

Boa semana. Beijinhos

Andréia Borba disse...

Ai, ai... Acredito que todos já sentimos isso vez ou outra na vida...
E dói demais!
Lindíssimo o texto querida!
Bjs!
Déia

martinha disse...

como sempre vc arrasou... a dor da separação é tamanha e inesplicável mas é a saudade que estreita a distancia dos entes que se foram e que acalenta os nossos corações, beijo e té+

Clau disse...

Todos passam por esse caos...me identifiquei mto com esse texto.
Vc conseguiu poetizar esse assunto divinamente!
Bjs Néia e ótima semana :)

Regina Rozenbaum disse...

Conheces um livro do psicanalista Juan David Nasio: "O livro da dor e do amor"? Sua escrita - especialmente de hoje - me fez lembrar... ausência que se faz presença em dor e em amor!
Beijuuss, amada, n.a.

Maria Célia disse...

Bom dia, Néia
Lindo, muito lindo. Quem nunca sentiu algo assim?
Só que você consegue transformar em palavras belas tamanha dor.
Bjo e obrigada pelo comentário

Leo disse...

Li o texto lá na Denise, ficou lindo demais, de descer numa golada só, em seco.

Um Beijão!!

Sonhadora disse...

Minha querida

A ausência dói muito e leva-nos a desesperar, adorei e deixo um beijinho.

Sonhadora

MOISÉS POETA disse...

Maravilha !

Eu li com o coração...!

Um beijo,Néia !

Fernando Imaregna disse...

Oi Néia...

Um abençoado fim de dia para ti amiga...

Ausências, são sempre sentidas, quando deixam algo de vazio em nós...hum rum...

Lindo texto, como sempre...

Vou dar uma espiada no blog...
Beijos carinhosos

Peônia disse...

Belo post!
Parabéns querida!
Beijo!

Socorro Melo disse...

Oi, Néia!

Nossa, e que caos, hein? Um verdadeiro terror, kkk
Que essa ausência nunca se faça presente em nossas vidas, né?

Beijos
Socorro Melo

Daniele disse...

Lindo Texto, Néia!
Ausência é um sentimento que dói.
Muito bem dito por você.
Bjs

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Néia querida,

Que Lindo!!!
Quem jamais não teve estes sentimentos no peito?
Parabéns pelo belo projeto.

Um grande beijo em seu coração!!!

Flor da Vida disse...

E você soube descrever com perfeição todos os sentimentos que nos assolam na solidão...
Perfeito minha linda!
Aplausos!!!

Carinhos...
Beijos

Nana Andrade disse...

muito bom seu blog, perdi a noção da hora viajando nele.

Sueli Gallacci disse...

Vc descreveu a essência da saudade.

Saudade é o amor que fica quando o outro se vai. É o pedaço de nós que vamos deixando pelo caminho.

Lindo amiga. Bjos.

Neo disse...

Oi...
Passando pela primeira vez. Cheguei aqui através do "Pequenos Barulhos Internos", da Carla.
Muito bom tudo que vi aqui e já está no Favoritos pra eu voltar muitas vezes.
Gostaria muito de publicar este texto no meu blog, o Todos os Sentidos.
Aguardo sua visita e sua resposta.
Grande abraço!

Neo
Todos os Sentidos