15 de jun de 2011

A eternidade da dor

Acredito que ninguém goste de sofrer, nem eu tampouco,
porém, vez ou outra, mesmo sem querer
arruma-se uma dor para doer.
Como diz um ditado: dor na alma, uma vez criada, nunca mais curada.
O que se pode fazer, com o tempo, é desviar dela o olhar,
porém uma palavra basta para cutucá-la,
sem preâmbulos vem rasgando o peito, machucando o coração,
turvando os olhos de lágrimas.
Há quem diga que dor é a mente que inventa,
oxalá isso fosse verdadeiro,
pois sabendo como fora feita,
seria simples seguir o caminho contrário,
desfazê-la por inteiro, rasgá-la em mil pedaços,
tal qual um quebra-cabeça desmontado,
não teria mais a sua figura revelada.
Porém, não é assim que, comumente, acontece
a dor quando aparece vem com uma fúria desatinada,
faz das ideias um emaranhado sem fim,
como um monstro oculto fixa na memória,
deixa exposta as maiores fragilidades.
E quando isso não dura um instante apenas,
mas se transforma num lamento ininterrupto,
então a dor já tomou o ser por inteiro,
em farrapos desbotados deixou a alma,
resta apenas suportá-la pacientemente
até que o espírito, em silêncio, a adormeça novamente.

Direitos Reservados

35 comentários:

Denise Portes disse...

Néia,
O bom é que a gente sabe que a dor passa. Primeiro dói e transforma, depois ensina e passa. Se o amor ajuda, fica mais fácil. Lindo texto e belíssima foto.
Um beijo
Denise

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Neia
Chico Buarque diz em uma de suas músicas: "inútil dormir que a dor não passa". E não passa mesmo, quando você acorda ela está ao lado da cama te esperando.
Bjux

Elaine Freitas disse...

Olá... Néia, saudade daqui...
Dor... melhor é saber que também passa!

Belas e sabias palavras...

Beijos de A a Z

disse...

Oi Néia
Não gosto desse ditado, mas sei que ele é verdadeiro. E o que faço é mesmo desviar o olhar dessa coisa cicatrizada na alma e distrair o coração para que o sofrimento não se torne crônico e insuportável!!!

Beijoss

Evanir disse...

Que a cada amanhcer seus
o olhos brilhem de amor.
Aproveite a cada minuto
com se fosse o ultimo.
E a cada amanhecer no silencio
do seu pensamento fique imaginando apenas
coisas boas para sua vida.
Abraçe com todo carinho
somente a felicidade
que contagia sua vida.
Jamais se entregue ao desespero
a vida nasce a cada manhã.
beijos com infinita ternura,Evanir..

Vivian disse...

Bom dia,Néia!!

Penso que com o tempo a dor vai diminuindo até que some e dela só resta a lembrança...
Mas quando a sentimos, com certeza parece um eternidade... Lindo teu texto!!
Beijos!!
Boa semana pra ti!

✿ chica disse...

Profundo e lindo...A dor é forte,mas passa...beijos,chica

martinha disse...

Certamente para que vive em estado de dor parace que ela irá durar para sempre, mas como tudo na vida a dor um dia passa (ameniza), pois aprendemos a viver com ela. Beijo e té+

Camila Monteiro disse...

Nossa isso é verdade Néia, a dor vem e fica. O que podemos fazer é acostumar a desviar o olhar dela, mas apaga-la é dificil né?!

Ahh volte lá no eu blog, acabei de fazer minha inspiração voltar e publiquei um post!

Beijos e otimo dia pra vc!

BIA disse...

Oi Néia!!!

Impressionada com a tua sensibilidade... sei que já te disse isto e estou repetindo mas realmente tu descreve o indescritível... realmente é um dom que poucos possuem!!!

Bjus
Bia :)

Um brasileiro disse...

ola. estive aqui passeando e dando uma olhada. tudo blz? muito legal. gostei. apareça por la. abraços.

Valéria disse...

Oi Neía!
Só com muita sensibilidade pode-se transformar a dor em algo belo.Sua descrição em poesia é de pura beleza. A dor ficou até mais suave. Ainda bem que o tempo arrefece a dor...

Beijos!

Acho que você não viu, no seu último post eu te convidei a ir no meu blog buscar seu selinho.

Vinicius.C disse...

Olá!!

Chego ao seu blog através do blog da livinha- tudo por aqui é uma delicia!

Espero ve-la no Alma do Poeta- espero que goste!

Ja te sigo!

Beijo

Tetê disse...

É Néia... tem dor que é que nem cupim: vai roendo, roendo, a gente pensa que se livrou e quando menos esperamos, ó ele ali de novo roendo, roendo... mas só o tempo é remédio! Querida, obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bjks Tetê

Marinha disse...

A dor é egoísta e carrega para si toda a atenção do ser inteiro! Gostei muito de tua definição de dor, querida!
Bjo e paz( e nadinha de dor).

Arnoldo Pimentel disse...

A dor nos levanta da cama e nos mostra que estamos vivos, beijos.

Dany (Toka Brasil) disse...

linda mensagem! gostei do blog.

Maria Célia disse...

Oi Néia
Como é fácil falar que a dor dos outros passa rápido. Quando é a nossa própria dor parece uma eternidade.
Lindo texto.
Bjo e boa noite.

Suely - HD disse...

Olá Tia Néia,

Fiquei muito feliz com seu comentário em meu blog (níver). Amei.

Demorei p/ agradece-la pois estou viajando toda semana e hj começei a acessar os blogs.

Muito obrigada!

Seu blog é muito valioso, valoroso e primoroso.

De sua sobrinha que te admira muito.

beijos
Suely

Fernando Imaregna disse...

Oi Néia...
Admirável texto....lembrei-me de um, do Momento Espírita, que fala mais ou menos assim :

Se o seu coração pulsa no compasso da dor, sua mente se esforça na busca da compreensão deste momento e você cresce. Mas, se sua impaciência, sua intolerância, acompanham esse seu movimento, a experiência passa e fica só a amargura da incompreensão.

Analise suas dores sim, mas busca alternativas lúcidas de trabalho com elas. Questione suas dores sim, mas inquira também o que está fazendo com elas, o que tem feito para superá-las? Perceba suas dores, mas não paralise seus pensamentos considerando-os analgésicos eficazes quando em contemplação de seus sentimentos.

Acredite em suas dores sim, mas acredite antes de mais nada na direção e no objetivo delas: despertar você!

Humrum...Um bjo carinhoso e Deus te abençoe !

Francikley Vito disse...

Néia, Néia! Superando-se a cada letra, a cada palavra, a cada frase, a cada texto e (penso comigo) a cada dor. Um abraço.

Ivana Maria disse...

Néia, que lindo texto! Tudo bem que isso não é novidade, tudo o que você escreve é muito belo mesmo. Mas não posso deixar de ser repetitiva em meus comentários, pois escrevo o que primeiro me vem na mente quando te leio. Parabéns, amiga, por tanta sensibilidade e tanta habilidade para expressá-la. Um abraço.

Nilce disse...

Oi Néia

Escreveu um post para mim?
Senti-o forte no peito. Quero acreditar que tudo isso vai passar.

Bjs no coração!

Nilce

PS: Desculpe-me a ausência nestes dias terríveis.

Meu aconchego Zen disse...

Olá, Néia!
Felismente nem os momentos de dor podem se tornar mais suaves com o passar do tempo, santo tempo, que com sua competência sem igual consegue tudo com o tempo suavisar.
Bjus

Clau disse...

Bom dia Néia!
Como sempre,lindo texto :)
Ainda bem que não há dor que nunca passe...
Bjs!

Misturação - Ana Karla disse...

Penso que esse tipo de dor é mais difícil de passar.
Xeros

ONG ALERTA disse...

A dor talvez ultrapasse...beijo Lisette.

Andréia B. Borba disse...

Simplesmente LINDO, Néia!
É como eu escrevi certa vez, existem pessoas que se apegam às dores e esquecem que a vida está toda à sua frente...
Bjs amada!

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Néia
Gosto muito da imagem de um quebra cabeça para ilustrar o sofrimento da vida...
Tem tudo a ver... com o desenrolar do tempo tudo vai se ajeitando... as peças vão se encaixando e o panorama até que fica belo e harmonioso afinal!!!
Bjs de paz

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Néia querida,

Estas palavras dizem a mais pura verdade.
Mesmo quando estamos bem, parece que sempre acontece alguma coisa, ou talvez, nossa mente já arruma um motivo que nos leve a dor e aflição.

Um grande beijo em seu coração!!!

Mônica disse...

Néia
Quem não tem uma dor ? Fisica ou não. Ela nos motiva a saber que não somos eternas.
Segundo
Voce viu que já avisei pra tia Rosa, que a tia caçula da mamae que eu não perdi o titulo de princesa né.
Só não consegui a coroa.
com carinho Monica
Há estou indo para o rio de janeiro

Mônica Bif disse...

Oi Néia... Quem não tem uma dor dessas pra sentir e desviar a atenção não é mesmo??? Acredito que a cura até vem, mais pelo esquecimento das lembranças através do tempo do que por outra coisa, mas aquela cicatriz enormeeee sempre vai estar ali pra te lembrar daquele ferimento, daquela pessoa, daquela situação. Como é difícil lidar com os traumas da alma neh? Puxa, tem coisas que na minha vida eu gostaria de apagar, como se nunca tivessem acontecido, mas não dá, por mais que o tempo passe e eu "esqueça" aquelas cicatrizes sempre estarão ali pra me lembrar. Talvez pra me lembrar do seguinte: DA PRÓXIMA VEZ MENINA, SEJA MAIS ESPERTA, NÃO CONFIE TANTO EM QUEM NÃO MERECIA ISSO, SEJA AMÁVEL E SINCERA, MAS TENHA SEMPRE UM PÉ ATRÁS, SER HUMANO É SER HUMANO, PASSÍVEL DE ERRAR, TOME CUIDADO, VIGIE, E APRENDA A CONFIAR MAIS EM DEUS, ser bom é uma coisa, agora ser ingênuo demais pode custar muitas lágrimas e decepções, é melhor prevenir do que remediar! Como a Palavra de Deus mesmo diz, sejam simples como as pombas mas espertos como as serpentes! Bjkas, como sempre, arrasou no texto!!! AMEI!

Daniele disse...

Bom dia! Vim aqui ler pra começar meu dia bem.
E ador? Que fique bem guardadinha lá no fundo porque hoje é sexta-feira e eu quero é serfeliz!
bjs

Livinha disse...

O que não se tem como reaver, melhor esquecer e nada, nada...
O que não tem como aceitar, do que adianta estrebuchar, melhor deixar pra lá.
Ainda ontem eu estava a dizer a uma de minhas filhas, porque você não sai da janela que dá para os fundos, se posta na janela da sala, é nela que está a chegada, tudo a correr natural, vai corre depressa e fecha a janela do teu quintal...
Mas entre ventanias fortes, a janela se abre eis que lá vem um temporal...

Sempre um encanto te ler Néia...

Lindo fds pra ti

Bjs

Livinha

Mariazita disse...

Bom dia, Néia
É, a dor, quando se instala, causa estragos e, muitas vezes, demora para passar.
Mas, como tudo, também o tempo é um bom remédio. Pelo menos ajuda a atenuar.

Bom fim de semana. Beijinhos