22 de jun de 2011

Junho, o mês querido!

     Um período com datas importantes, tantas comemorações, festas com fogueira, pipoca e quentão, quanta alegria! Nos meus tempos de menina, essa era uma época marcada pelos encontros das famílias vizinhas que jamais imaginavam, um dia, sofrerem as crueldades do êxodo rural e logo se dispersariam cada qual tomando diferentes destinos.
     Nas noites em que o termômetro acusava graus negativos, o calor das danças, cantigas e orações aquecia aqueles momentos inesquecíveis. Éramos tão felizes e não sabíamos. Com a lua já alta os adultos se juntavam nas rodas de contos e casos, onde eram narradas histórias capazes de assombrar até mesmo as almas já idas. A minha precoce paixão pela ficção, onde todos os sonhos se realizavam e o impossível acontecia, afastava-me das brincadeiras com colegas da minha idade e me prendia junto aos adultos, fazia-me uma espectadora embevecida daquelas histórias mirabolantes e assustadoras. Quando das assombrações eram faladas, meu coração perdia o ritmo sereno que a minha idade mantinha, a boca ficava escancarada de pavor, os olhos esbugalhados de susto. Enlaçava assim meus próprios braços pelo corpo na tentativa de segurar os tremores que, inclementes, corriam-me pela espinha.
    Sinto saudades desse tempo em que o meu maior medo era voltar para casa após a meia-noite e encontrar pelo meio dos cafezais os temidos personagens daqueles casos tão bem contados. Agarrava-me ao pescoço do meu pai, único lugar onde encontrava segurança e conforto, olhava então para o céu e perguntava: aquela é a lua cheia papai? Então o lobisomem já está andando por aí? Um cão uivava ao longe e um intenso arrepio tomava conta de mim!
     Esses são pequenos fragmentos das tão boas lembranças que o mês de junho me traz.

18 comentários:

Edna Lima disse...

Tudo tão diferente das crianças de hoje!
Ninguém ficou traumatizado por estas histórias.
Uma bela noite Sem lobisomem pra você.
Bjs. Edna

✿ chica disse...

Tão legais essas recordaçoes não é? Lindo! beijos ótimo restinho de junho que já está acabando! beijos,chica

BIA disse...

Ah Néia!!!

Teus textos nos fazem viajar no tempo e trazem tantas recordações... essa época me lembra as festas juninas do colégio no 2º Grau, eu adorava!!! Desde a fogueira, brincadeiras, guloseimas, um tempo realmente feliz!!!
É tão bom vim aqui, a gente sai com o coração aquecido como uma fogueira de São João!!!
Bjus
Bia :)

Dora Regina disse...

Adoro essa época de Festas Juninas, aqui onde moro ainda tenho essa tradição...Muito bom!
Um grande abraço! Bom feriado!

disse...

Essas contaçoes de histórias ainda tao importantes para a formação de nossas criativas mentes e hoje andam tao esquecidas...
Que nossas tradiçoes nao se apaguem juntamente com a fogueira qo passam os meses de festa!!

Beijoss

Misturação - Ana Karla disse...

Nós crianças pudemos sonhar e acreditar com toda ingenuidade, mas hoje as crianças estão bem longe disso.
Gosto muito dessas lembranças, assim como a sua.
Xerocas

orvalho do ceu disse...

Caríssimos amigos
(no plural pois é extensivo aos seus leitores)

É com grande alegria interior que estou comemorando os 500 seguidores em meu Blog:

http://espiritual-idade.blogspot.com/

200 seguidores em meu Blog:

http://espiritual-poesia.blogspot.com

200 seguidores em meu Blog:

http://espiritual-mimo.blogspot.com

A Vitoria é nossa!!!
Pegue os seus mimos por lá... Vc os merece...

Excelente feriado com as bênçãos do Alto...
Com gratidão, carinho fraterno e amizade
SE DEUS É POR NÓS... QUEM SERÁ CONTRA NÓS???
Orvalho do Céu
P.S. Querida Neia, mês junino é bom demais!!! No fim de semana passado estava eu na festa junina da pracinha daqui a essa hora... Bjks

martinha disse...

Olá Neia tudo bem? Tempo bom o nosso ein? Realmente é uma pena que a maioria das crianças hoje não desfrutam da simplicidade e alegria presente nas festas juninas. Bejo, bom feriado e bora dançar quadrilha, comer pipoca e beber quentão:-)

Livinha disse...

Recordar é viver Néia, as coisinhas de infancia, o que hoje não mais se vive. perdeu o encanto, as pessoas já não se procuram mais nestas festanças tão belas de São joão. me fizeste voltar os anos, eita saudade danada...

Bom feriado pra ti

Bjs

Livinha

Patrícia disse...

Que bom voltar a poder passar por aqui!
Adoro, como sempre!
Beijos

Julliany kotona disse...

Eu andei ausente pois meu blog estava com problemas,não estava conseguindo mandar comentarios nem fazer login,mas estou de volta,eu estava com saudade do seu cantinho,de lindas e sabias palavras,mas agora que voltei não vo me afasta mais. Deixo a ti esta linda frase: Que a nossa amizade não seja como a lua que apesar de linda às vezes muda de fase, mas que seja como o céu que apesar de lindo é infinito... Tenha um exelente feriadão!

Andréia B. Borba disse...

Coisa boa essas lembranças, né querida?
Li seu texto e fiquei aqui viajando nas minhas...
:-)
Bjs amada!
Déia

Debbie disse...

Passei aqui só para desejar um otimo feriado!! Fica com Deus!

Não deixe de me visitar.
Meus cantinhos:
http://atravesdascores.blogspot.com/
http://4anosoumais.blogspot.com/
/(,")\\
./_\\.
_| |_................
Beijos Debbie

Denise Portes disse...

Néia,
O bom escritor é aquele que nos faz caminhar pelas entranhas das nossas lembranças. Por isso gosto tanto de ler você.
Um beijo no coração.
Denise

Betha Mendes disse...

Tudo muda mesmo.
Mas as doces lembranças nunca mudam na fogueira que temos dentro de nós!

bjs

Betha

lurdes disse...

Néia, ler alguns textos teus é voltar completamente ao passado...só não ficava perto dos mais velhos pra ouvir as histórias, queria mesmo era a bagunça...rs. Como vc disse! Era bom e não sabíamos.Beijão.

Maria Luiza disse...

Néia, abençoado, a cada dia mais, seja esse dom maravilhoso de escrita que vc possui. A- mei!!! Me vi aí com vc. Lindo demais!!!

Vivian disse...

Bom dia,Néia!!

Bom demais recordar!!!As histórias de assombração eram minhas favoritas...apesar do medo!!rsrsrs
Minha vó me contava muitas!!
Lindo o texto!Como sempre!
Beijos pra ti!