25 de jul de 2011

Música

     Nas letras que demonstram um sentimento, nas notas que expressam a melodia, na voz que traz o melhor tom da composição, a música é assim, um conjunto de elementos que, quando uniformes, elevam aos céus um som agradável aos ouvidos.
   E quem haverá de dizer que nunca teve uma música especial para cada fase da vida? Nos momentos lúdicos da infância, na angústia e ansiedade da adolescência, no esplendor da juventude, na preocupação da idade adulta e quem sabe até na incerteza do futuro, virá na memória um verso cantado no ritmo preferido de cada um.
   O estado de espírito também é responsável pelo som do momento, quando um suspiro de paixão é solto no ar, uma música romântica, certamente, estará a tocar. Quando o bom humor e a alegria estão presentes, logo o que se quer ouvir é algo que possa mexer o corpo jogando os pés para lá e para cá. Quando a saudade apertar qualquer estrofe musicada haverá de trazer de volta as melhores nostalgias. E, como não poderia deixar de ser, a música também age como um bálsamo à solidão, essa que insiste em ter como companhia o silêncio absoluto.
    Uma lufada de vento no rosto, assim que a música deve ser, que ela nos faça acordar e perceber que a vida é sempre mais leve quando embalada por um som agradável, dessa forma até a alma se acalma e se acomoda, harmoniosamente, dentro do corpo.


(Esse texto faz parte do projeto "Dois Olhares" de Néia Lambert e Denise Portes O delírio da bruxa )


28 comentários:

Daniele disse...

Ah,e memória auditiva não nos perdoa!
Basta ouvir uma música que logo somo arrebatados para uma viagem no tempo.
Adoooro!
Mas ela também pode ser motivo de tristeza e saudade...bjs

Maria di Maria disse...

Néia,
A música passeia por todos os cantos de nossa alma. Lindo seu blog, já te sigo.
Um beijo
Maria

Rô... disse...

oi Néia,

aqui em casa a música é uma
companhia constante,
todos adoramos,
tanto que estamos gravando um cd
com a nossa coleção essencial...

perfeito seu texto
beijinhos

Denise Portes disse...

Néia,
Que esses sons, que essas músicas nos levem sempre para lugares preciosos. Para que esses "reflexos condicionados" que a música nos traz possam ser sempre de alegria para o nosso coração.
Um beijo, com carinho.
Denise

Camila Monteiro disse...

Ahhh como a música fala em nós né?! Cada época é marcada por uma e que delicia escutar as da época que vc foi mais feliz, é uma viagem no tempo. Lindo texto. bjos

Vanessa_Oliveira disse...

Adoro os textos da Denise.
lindo demais.
amo a música... pai e avós músicos.
A minha vida tem trilha sonora...
uma semana linda p vc
bjim ***

Misturação - Ana Karla disse...

Música marca todos os momentos.
Esse texto está magnífico...até pensei em musicar.
Hoje é dia do escritor e você está de parabéns!!!
Boa semana
Xeros

Mariazita disse...

Olá, Néia
A vida sem música não teria nem metade da graça.
Pelo menos para mim é muito importante.
E há sempre uma música ou outra que nos recorda momentos passados... às vezes bem agradáveis:)

Uma semana muito feliz. Beijinhos

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

"(H²K) 久保 - Hamilton H. Kubo" disse...

Olá Néia, meu primeiro comentário em sua casa. Agradeço imensamente suas palavras em um dos meus blogs, e já estou aqui fazendo morada como deve ter notado.
Música... Certamente fazem parte da vida de cada um, mesmo algumas que até nos recusamos a ouvir por conta de lembranças que desejamos não mais existir, mas o fato é que a música fica impressa em nossa memória, os anos passam e a canção toca em nossas mentes de acordo com a situação, como bem escrito por você.
A música se faz presente, e se faz muito mais notada quando damos "ouvidos" ao nosso estado de espírito.

Beijos

Anônimo disse...

Ei Néia !
O que seria de nós sem a música não é mesmo !
Nos momentos de alegria e de tristeza ela é a nossa fiel companheira !
adorei o blog e já me instalei por aqui ! hehe...
bjus, Mari

NA SALA DE ESPERA
www.blogdamarinatorres.com

Mônica disse...

Neia
Eu não aprendi a ouvir musica. No Colegio a gente tinha só o som do roberto Carlos nos anos 70 a 77.
E depois aprendi musica infantil para repassar pros alunos.
Hoje vou relembrando algumas e outras aprendo com a Fatima.
Mas como sou péssima para cantar continuo muito fora de musica.
com carinho MOnica

BIA disse...

♫ ♪
Oi Néia!!!
Lindamente escrito e profundamente verdadeiro!!!
Uma ótima semana!!!
Bjus
Bia
♫ ♪

Valéria disse...

Oi Néia!
Os momentos de nossa vida estão sempre envoltos em uma trilha sonora que aqui e acolá nos fazem revisitar estes momentos a um simples acorde.Nooossa como é bom viajar através da música...

Beijão!

Prof. Irapuan Teixeira disse...

Olá Néia.
A vida é uma eterna melodia cantarolada em nossos ouvidos. bjos.

Vivian disse...

Bom dia,Néia!!

A música sempre em perfeita sintonia com nossas emoções e sentimentos!!!!
Adorei o texto!!
Beijos!

Clau disse...

Eu adoro música!
E minha vida tem trilha sonora...
Bjs Néia :)
Texto maravilhoso!

Patrícia disse...

É isso ai... música embala a vida!
Assim como os cheiros.
Adorei o texto!

Beijo

Mônica disse...

Neia
Eu não consegui achar uma foto que mostrasse os meus tesouros que são meus amigos virtuais.
Cada uma eu tenho predileção por um motivo. Por você é por me chamar de quinquinha como tio Arnaldo.
com carinho Monica

Andréia B. Borba disse...

Sabe, querida, a música, para mim, é a expressão daquilo que somos. Cada época tem uma música...cada sentimento tem uma música...
Lindo post!
Querida, me desculpe a ausência.
Estou enfrentando problemas de saúde com minha mãe (ela está com câncer no pulmão) e, por isso, o tempo está curtiunho, curtinho... Mas sdempre que der estarei por aqui, tá?
Bjs flor!
Déia

Mayra Di Manno disse...

Pois é Néia, ainda há quem diga que a vida não tem trilha sonora...
Parabéns pelos seus textos, simplesmente maravilhosos... lei tudo sempre por aqui.
Um beijo,

Maria Célia disse...

Oi Néia
Belíssimo texto, você é uma grande escritora.
Parabéns.
Os momentos de nossa vida são sempre marcados por música, e o gosto musical vai modificando à medida que amadurecemos.
Bjo

José María Souza Costa disse...

Néia, eu passo pelo seu blogue e encontro um texto Avassalador,Admiravel, Prazeroso para lermos. Recordo que a primeira música que ouví em minha vida chama-se " Olhos nos Olhos" do Chico Buarque na voz da Maria Bethania, issdo me vez tornar fâ do Chico. Depois passei a ouví em meus momentos de felicidade ou indecisões, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, e assim eu decanto e canto com a alma.
Somente em seu blogue, eu encontraria um texto assim.
Felicidades, sempre

Socorro Melo disse...

Olá, amiga!

A música é sublime. Tem mesmo a faculdade de acordar nossa alma, repleta de sentimentos, quer alegres ou tristes...
Gosto de música... De qualidade. E aprecio ouvir fechando os olhos, para que minha alma beba cada nota que soa, e cada verso poético...
"Viver, e não ter a vergonha de ser feliz... Cantar, e cantar e cantar... Na beleza de ser um eterno aprendiz... É a vida, é bonita, e é bonita... (do saudoso Gonzaguinha).
Quem não gosta de música (já dizia a canção) bom sujeito não é...
Lindo!

Beijos
Socorro Melo

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Em primeiro lugar, agradecendo, com carinho, os votos bons de um feliz níver:

"A felicidade

É como a gota de orvalho"...

Foi um dia abençoado e feliz!!!

Por coincidência, hoje falo de música também... coisa boa é a expressão musical!!!
Bjs ainda festivos

REINALDO FONSECA - PASCOM disse...

Olá! Por motivo de viajem ao (Muticom-RJ), fazia dias que não visitava o seu blog, porém, fiquei muito feliz ao ver que continua com a qualidade e encanto nos artigos muito bem postados.
Grande abraço na Paz e no Amor de Cristo,

Reinaldo

Cacá - José Cláudio disse...

A música e a literatura estão para mim como complementos alimentares para a alma, tal como um alimento vitaminado para o corpo. Eu não consigo imaginar a minha existência saudável sem isso. Abraços, Neia. paz e bem.

Suely - HD disse...

Olá Néia,
Bom dia!

Gostei MUITO do seu texto, pois a definição de música não é tarefa fácil.

Certa vez ouvi um Pastor Russo dizer que ao comunicarmos a música fala mais que a fala. Quando falamos comunicamos só 7% da nossa mensagem.
O pastor ainda disse:
"Se pudesse não falava, apenas cantava.
Achei muito interessante".

Amei seu texto,

beijos
Suely