21 de abr de 2012

O despertar dos pardais

Num ritual matinal, a balbúrdia e o pisotear inquieto dos pardais no telhado
anunciam que o sol desponta lá pelas bandas do leste.
E se o dia, como hoje, amanhece num tom escuro ameaçador
então permanecem, em silêncio, junto aos seus filhotes.
Instintivamente, fogem das rajadas do vento e da chuva que chega imperiosa.
Embalada por essa quietude quase irreal,
retardo-me também, preguiçosamente,
no aconchego do meu leito.



Direitos Reservados

16 comentários:

✿ chica disse...

Deu pra ouvir os barulhinhos daqui...Lindo!!E a foto, maravilhosa...beijos,ótimo aconchego por aí e tudo de bom,chica

Fabio Baptista disse...

Ah, que preguiça boa!

Clau disse...

Bom dia Néia!
Tenho adorado essas postagens,onde vc escreve sobre a natureza tão perfeita,que Deus criou.
A imagem é linda e fico aqui visualizando as cenas desse belo texto.
Muito lindo...
(Aqui hoje o dia também amanheceu num tom escuro ameaçador...porém aqui nunca há a beleza ímpar dessas aves).
Bjs!
Bom fim de semana :)

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Como gostei de despertar no aconchego do seu poema! Bjs

Patrícia disse...

A natureza é sábia... podemos aprender muito com ela. O aconchego da cama é muito bom. Beijo

marcela disse...

Oi Néia, sua escrita cria cenário, sons, cores e aromas...mto lindo!

BIA disse...

Oi Néia!!!

Que lindo!!! A natureza é fonte de vida, energia de Deus e renovação. Sua alma virtuosa faz escrever poesias sublimes e inspirações incríveis. Penso que na vida nada é em vão e tudo tem um porque, seu problema nas cordas vocais mudou o rumo da sua trajetória mas em compensação para algo maravilhoso que é escrever de forma tão profunda e culta, é o destino se mostrando na sua forma mais real, fiquei surpresa em saber que sua formação é Geografia pois devido ao seu conhecimento, como aborda e sintetiza perfeitamente assuntos diversos eu achei que tua graduação fosse Filosofia ou Letras.
Também achei muito bacana o teu comentário sobre os índios no meu blog serve de conscientização para todos respeitarem e não invadirem as demais culturas, bem importantes estas palavras e serve para tudo na vida.
A imagem do pardal é uma perfeição, que coisa mais fofa!!!

☾✿Um maravilhoso fim de semana pra você!!! ☾✿

Bjs :)

Maria Luiza disse...

Néia que bela composição e acho que se eu tivesse lido logo de manhãzinha, eu voltaria para cama, tal aconchego vc transmitiu! Grande beijo!

Misturação - Ana Karla disse...

Delícia de manhã, viu Néia?
Linda suas palavras poéticas, como sempre.
Um xero grande

Mônica Bif disse...

Oi Néia! Lindas palavras! Somos tocados pela simplicidade profunda da natureza professora nossa de cada dia... Fico maravilhada com tamanha lição de vida. Eu lembrei de um fato que ocorreu-me ligado a esse sentimento de se proteger e dar proteção diante da tempestade quando estava cuidando da minha avó no Hospital. Num dia daqueles que ela estava bem boazinha, um dos pacientes do quarto ao lado veio a falecer, lembro-me de presenciar aquela correria, prestar assistência a esposa do mesmo que ficou muito nervosa com o ocorrido e voltar pra ver se minha avó não tinha se assustado com o tumulto, então vi que ela dormia um sono tranquilo e ao acordar perguntei a ela se estava tudo bem, e com a cabeça ela disse que sim, me deu uma vontade de abraçá-la e de protegê-la, nunca me esqueço disso. Mal podia imaginar que dias depois seria ela a partir.... Muito forte, essa mensagem me fez lembrar dela. Bom Domingo Néia! Bjos, fica com Deus e boa semana!!!!

Livinha disse...

Belíssimo voejar com a natureza
e seus prosseguidores,
os passarinhos que pelas manhãs
te saúdam e você prontamente
neles te confia,seguindo os rastros de suas asas no silêncio
de que comungam...

Sempre atenta Néia
tão bom assistir o teu convívio
junto a natureza... Lindo!

Feliz semana pra ti

Bjinhus

Livinha

Vivian disse...

Bom dia,Néia!!!

Ah!!E como é bom poder se aconchegar!!!Ficar quietinha...
Mas...para quem tem crianças pequenas é praticamente impossível!
Ficar assim só depois que eles foram dormir...rsrs
Linda composição minha querida!Há poesia em cada palavra!
E a imagem é complementar!
Beijos!Boa semana,minha amiga!!

Camila Monteiro disse...

Deveriamos viver como os pardais viu! Eles sim sabem o que é bom!
Bjos!

Vera Lúcia disse...

Olá Néia,

Que beleza de cenário a embalar esta deliciosa preguiça.

Imagem e texto divinos.

Beijos.

Corpo-Alma disse...

Falar da natureza é sempre um prazer delicioso e vc Neia consegue descrever situações muito reais que nos transporta a esse mundo magico. Prazer poeta, seguirei vc ok?

Elisa T. Campos disse...

Néia
Que fofura de foto e seu delicioso texto.
bjs