1 de jul de 2012

Ausência



O bom senso e a mansidão do temperamento ensinam
que se a nossa presença não acrescenta
e as palavras, mesmo que verdadeiras,
ferem mais que acalantam, 
então a ausência mesmo que dolorosa
é a decisão mais prudente.



Direitos Reservados

22 comentários:

BIA disse...

Olá Néia!!!

O bom senso é sempre a melhor decisão... palavras dependem muito da forma que são ditas, conforme a maneira que são pronunciadas elas não ferem. A ausência às vezes é necessária outras vezes é dolorosa.
Coisa boa preparar quitutes, eu também adoro fazer novas receitas, é muito bom mesmo!!!
Uma ótima tarde de domingo pra você!!!
Bjs :)

BIA disse...

Ah!!! Eu fui a primeira a comentar!!! Beijinhos!!! :)

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

) bom senso é uma das virtudes que mais admiro e confesso que experiencias do passado não me deixam mais de cultiva-lo.

beijo

✿ chica disse...

Saber ver se a ausência é necessária, é sabedoria! Lindo!beijos,chica

Pelos caminhos da vida. disse...

Isso é ser sábio...

Uma boa semana pra vc Néia.

beijooo.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Graças a Deus Ele nos dá essa sabedoria grandiosa pra nós!!!
Seja abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Adelaide Araçai disse...

Essa é uma verdade que demorei muito a aprender.

Muita Luz e Paz
Abraços

Sotnas disse...

Olá Néia, desejo que tudo permaneça bem contigo!

Sempre com palavras sábias e de reflexão por cá neste teu belíssimo espaço.

Certos momentos a distância gera a saudade, e o sentir saudades é também uma forma de amar, pois amar é assim, estando perto ou distante, importa é sentir amor constante!
Agrada-me deveras as imagens que com deveras bom gosto encimam teus textos, parabéns!
Grato por teu carinho e gentileza em tuas visitas, eu deixo meu desejo que você e todos tenham um intenso e feliz viver, abraços e até mais!

Fernanda Sartori disse...

Neia,
Tudo bem?
Vim pelo blog da Claudiaroma.
Gostei daqui e estou seguindo!
Um beijo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes mais vale calar para não magoar, é uma verdade.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Vivian disse...

Bom dia,Néia!!

Uma verdade nada fácil de perceber...A maioria não entende...
Lindo e reflexivo!!E a imagem diz muito também!

ONG ALERTA disse...

Demora para chegarmos a este nível de sabedoria, beijo Lisette.

Clau disse...

Oi Néia,bom dia :)
Saber o momento de sair de cena,é quase tão importante quanto o momento de se fazer presente.
Bjs e uma semana maravilhosa!

Socorro Melo disse...

Neia,

Palavras sábias. Precisamos saber discenir quando a nossa ausência é mais bem vinda que a presença...

Paz e Bem!
Socorro Melo

Carla Ceres disse...

Taí uma lição difícil, mas necessária, Néia. Boa semana pra você! Beijos!

Tetê disse...

Bom senso acima de tudo. Mas, muitas vezes, na ausência é que damos valor a pessoa e vemos que ela nos queria bem! Quando a ausência é temporária, maravilha, basta o retorno. Mas, quando a ausência é eterna, fica o gosto amargo do arrependimento! Néia, obrigada por sua visita ao Livre Pensamento! Bjks Tetê

Valéria disse...

Oi Néia!
Ah, isso é complicado heim? A ausência muitas vezses é mais salutar que ser uma persona non grata.rsss
Bom senso é fundamental sempre.
Beijinhos e uma semana iluminada!

Camila Monteiro disse...

Verdade absoluta! Muita reflexão em tão poucas palavras!

Elisa T. Campos disse...

Néia
As vezes o silêncio fala muito mais.A ausência é sabedoria. Adorei.

Um lindo dia para você.
Bjs.

BRISA disse...

Querida N[eia
Devemos sempre presta atenção nas nossas decisão. Uma feliz quarta feira.
Com carinho.
Ana Brisa

Ordem do Saber disse...

Vivi uma experiência que me obrigou à "sair de campo", uma vez que minhas palavras não significavam nada.
Suas palavras sãos verdadeiras.

Um bom domingo.

Suzy Rhoden disse...

Mais uma das verdades profundas que encontro aqui... Nossa mania de sermos sinceros ao extremo por vezes destrói a bondade e a elegância, qualidades ainda mais importantes na vida! Então, se nada vamos acrescentar, silenciar é o melhor a ser feito. A distância, embora dolorosa, de fato machuca menos do que a presença cruel!

Minha sábia amiga, você não sabe o quanto me faz refletir com seus posts... sou cheia de admiração por ti e seu jeito de ver a vida! Beijos.