22 de out de 2013

Fotos





Com o pensamento voltado para as coisas e pessoas, realmente, portadoras de significado, vez ou outra, é agradável buscar algumas fotos de papel hoje em dia, infelizmente, em desuso. O breve ritual consiste em deixar correr, suavemente, as pontas dos dedos sobre as imagens de forma a sentir até os traços das pessoas amadas. Depois de olhar incansavelmente, jamais devolvê-las ao álbum sem deixar uma leve marca de um beijo prolongado. Por fim, mantê-las por alguns segundos bem juntinho do peito, perder-se num suspiro profundo e tentar não morrer de saudade.







Direitos Reservados

15 comentários:

✿ chica disse...

Rever fotos é bom,mas nos dão saudades ! beijos,chica

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Néia! Perfeito. Exatamente isso que eu faço, olho as fotos impressas, passo a mão, beijo, toco os meus dedos onde prefiro, fica a olhar, e delas já nasceram poemas, rs.
É muito boa essa sensação, que não devemos perder!
Levar a foto amada ao peito, então, que delícia!
Parabéns, sua inspiração é belíssima!
Beijos na alma!
Tenha uma semana de paz!

Maria Célia disse...

Ei Néia
Que beleza de texto, como é gostoso fazer isto, principalmente se as fotos forem bem antigas, é muito prazeroso.
Beijo

jair machado rodrigues disse...

É como ter saudade e sentí-la na pele e abraçá-la e...que bela descrição.
ps. Carinho respeito e abraço.

Tais Luso disse...

Oi, Néia, ontem ainda comentei com meu marido sobre nossos fotos no antigo 'método'. Era gostoso sentar no sofá e ver as fotos das últimas férias. Agora é uma mão de obra! E não tem toda aquela expectativa. mas fazer o quê?
Adorei o texto...

Um beijão!

Clau disse...

Oi Néia!
Tem dias que bate uma saudade, daquelas pessoas especiais que já se foram...
então olhar fotos ameniza um pouco;traz boas recordações.
Mas não deixa de ser nostálgico.
Bjs.

Claudia disse...

Néia querida! Tempo que não passava por aqui e hoje, entrando de férias (4 dias) tenho tempo para correr todos estes blogs que amo! E por coincidência, estou começando a organizar minhas fotos lá de casa...uma delícia...fotos dos pais, filhos, da gente...uma maravilha! Foi muito bom lassar por aqui! Bjs e ae mais!

Malu Silva disse...

Eu sou uma pessoa saudosista em extremo, mas não que isso seja um defeito para mim... e pode ter certeza, eu curto as fotos em papel, ali, nas mãos... tenho muitas em preto e branco da época da minha avó, ainda, e guardo todas com maior carinho... A gente se unia mais para passar momentos de recordações quando víamos as fotos juntos... hoje tudo é tão fugaz...

Mônica disse...

Neia
Vou aproveitar estes seus dizeres tao lindos sobre fotos. Eu sou alucinada por fotos. Pena nao ter dom para fotografa las como devia. Mas papai adorava fotografar e por isso tenho muitas fotos antigas nos albuns .
Mas eu queria te dizer que seu comentario me alegrou , mas eu imagino voce com esta riqueza de memoria do passado. Nao sei se porque lembra daquela foto de chapéu? Eu achava lindo! Sou comum. Nossa casa nao tem nenhum quadro porque mamae nunca achou um lugar apropriado para colcoa-los. Mas o que tem de santos e de coisas antigas! Só queria dizer que voce tem um passado tao bonito quanrto o meu tenho certeza pelo seu olhar e pelo chapeu antigo.
com carinho Monica

Vera Lúcia disse...


Que texto delicioso, Néia.
Apesar do desuso, não abro mão de ainda revelar algumas fotos de cada acontecimento, arquivando-as cuidadosamente em álbuns. Outras, já deixo no computador ou em cd's. Adoro folhear os álbuns e me deter nas fotos e nas recordações.

Beijo.

BIA disse...

Que legal Néia!!! Eu ainda cultivo os álbuns... a tecnologia é ótima, mas tem coisas que nunca vão morrer como as fotos em papel e também os livros impressos...
Bjs :)

Lourdinha Vilela disse...

Oi Néia,
Quanta poesia!!
É uma alegria, reunir fotos antigas, e relembrar fatos e fases da vida. Toque e olhar. Nostalgia pura.
Eu costumo revelar as fotos que mais me interessam para não correr o risco de perdê-las,caso o computador tenha uma pane como já aconteceu. Não consegui recuperar.
Amei. Lindo demais.
bjs

Elisa T. Campos disse...

Adorei.
Também gosto de viajar no tempo vendo fotografias. E imagino o momento do instante vivido.

Beijos.

Camila Monteiro disse...

Nostalgia pura!!!!

Gosto demais de fotos, guardo várias para reviver momentos e ter lembranças!
Lindo texto. beijão pra vc.

pensandoemfamilia disse...

Um ato de relembrar, resignificar e emocionar.