14 de dez de 2013







Dentre as coisas que não posso explicar, apenas intuir
está o gosto em perder o olhar, demoradamente,
nas encantadoras ilustrações dos contos de fadas.
Será que eu não cresci?
Ou somente nelas encontro um lugar
onde tudo pode ter um final feliz?









Direitos Reservados

7 comentários:

BIA disse...

É lindo mesmo e encanta adultos e crianças, quanto mais entrarmos em conexão com as coisas boas e felizes mais elas estarão presente em nossa vida, somos aquilo que criamos e pensamos que reflete em nossas atitudes diárias.
Bjs :)

Mônica disse...

Eu também sou encantada com contos de fadas, por iso adoro ver um final feliz dos principes da Inglaterra. Torci por Diane e agora torço pelo Principe , filho deles.
com carinho Monica

Maria Célia disse...

Ei Néia
Talvez seja isto - nos contos de fadas tudo pode acabar bem, um final feliz.
Beijo.

Sotnas disse...

Olá Néia, e que tudo esteja bem!

Seria se crescer significasse sufocar a criança que todos temos e jamais devemos abandoná-la dentro de cada um de nós!
Não tema teu modo de ser, pois alguns que vivem a nossa volta é que deveriam sempre fazer com que os finais deste nosso mundo fossem sempre felizes, não fazem. Mas, penso que eles não conheceram a felicidade quando criança, e desde então são movidos pela dor, e pensam que todos compartilham deste dorido modo de viver, muito triste, não é mesmo!
Mas, por cá você sempre me faz sonhar encantado com os teus belos pensamentos cá compartilhados, além das também belíssimas imagens, obrigado!
E assim eu desejo que seja sempre tão feliz e intenso de vida todo o teu caminhar, nesta viver!
Obrigado por tua amizade neste, e que desejo também que no próximo ano possamos dar continuidade a este tão nobre sentimento que tão raro vemos os humanos demonstrar, um grande abraço e, até mais!

pensandoemfamilia disse...

Precisamos manter em nosso ser a magia.

Anônimo disse...

Olá Néia, é sempre um imenso prazer passar por aqui...não sei te explicar esta tua tentação rs, mas consigo, de certa forma entender. Acredito que existam mais intrepretações nos contos de fada que a simples história infantil, são símbolos, entrelinhas, onde se pode interpretar psicológicamente (não estou divagando, acredito nisso), pois Jung e seus discípulos já escreveram sobre isso...quanto a olhar as imagens dos contos de fada e viajar nelas é um exercício que chamam de imaginação ativa, adentrar a imagem, enfim...como disse no começo, me é muito prazeroso estar aqui.
ps. Carinho respeito e abraço.

blog do jair ou histórias de músicas e pessoas

Camila Monteiro disse...

Linda frase triste! Sim, você cresceu, mas aprendeu que a vida não é fácil!
Quem nunca sonhou em poder entrar num conto de fadas?!

Beijo grande! Ânimo minha amiga!