10 de jan de 2014

Instinto


Luto contra o instinto de ficar reparando
em imagens da natureza, mas não tem jeito.
A simplicidade, a beleza sem vaidade
e o silêncio sublime
preenchem vazios, acalmam o coração.



Direitos Reservados

8 comentários:

✿ chica disse...

A simplicidade sempre faz bem.Lindo!bjs praianos,chica

Elisa T. Campos disse...

É simples
mas tem um quê de requinte
os pingos de chuva

sorvo gota por gota
como brincos de cristais

Néia. Obrigada por compartilhar .
bjs.

Evanir disse...

Néia:Mais um ano chegou ao fim estamos quase na metade de janeiro de 2014.
Sinto não ter conseguido chegar ao final de mais um ano sem deixar um abraço.
È bem verdade poucos vezes nos visitamos porém nunca esqueço de todos
que um dia esteve presente na minha dificil caminhada.
A você um ano de alegria , saúde e infinita paz.
Feliz Domingo.
Evanir.

Ordem do Saber disse...

Os pequenos detalhes da natureza apenas mostram as grandezas de Deus.

Ivana Lucena disse...

Ah, "a beleza sem vaidade" está aí, minha amiga, o que devemos almejar nessa jornada nossa por esse planeta de aprendizagens. Um abraço. Um 2014 belo, cheio de graça, luz, paz, saúde e bençãos.

Judy disse...

Impossível ser indiferente aos singelos presentes oferecidos espontânea e desinteressadamente pela Sra. Natureza.. então vamos aproveitá-los.
Obrigada por sua visita e por seu comentário tão gentil.
Passo a seguir o "Eterno" e suas lindas postagens.

Maria Célia disse...

Oi Néia
Certamente a beleza das coisas simples atraem não só nosso olhar, mas também têm o poder de nos tranquilizar
Bjos

Tais Luso disse...

A natureza é tão bela, tão exuberante, tão verdadeira que ficamos estarrecidos diante de tal magnitude! E nada chega a seus pés.

Um beijão, Néia.