6 de abr de 2014

The Waltons

                                                   


     Na década de 70 e início dos anos 80 a TV brasileira apresentava uma série americana chamada The Waltons. Um dos protagonistas era o jovem personagem John Boy, filho mais velho de uma família rural. Eu apreciava demais as histórias narradas por esse garoto que amava escrever e fazia disso um hábito antes de dormir, obrigatoriamente, sob a pouca luz de uma vela. Ainda menina eu era capaz de deixar as brincadeiras com as amigas e seguir para casa na avidez de assistir o episódio da semana.

     Posso afirmar, com a mais absoluta certeza, foi durante essa remota época que fui sentir, pela primeira vez, uma intrépida vontade de escrever. Isso significa que tanto quanto os bons livros, alguns filmes também trabalham na inspiração de quem aprecia a arte da escrita.



Direitos Reservados


13 comentários:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Há situações que nos inspiram, embora a inspiração já lá esteja.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

✿ chica disse...

Como é bom quando a inspiração chega, por um ou outro motivo! beijos,linda semana,chica

Claudia disse...

Adoro estes insigths

Claudia disse...

Adoro estes insigths

Camila Monteiro disse...

A cultura é contagiante!!!
Quando já se está predestinado a tal coisa, uma pequena centelha é o suficiente!

Beijos.

DMulheres disse...

Neia
Eu amava o seriado , principalmente, John Boy... Que ótima inspiração a sua.
Beijos e uma linda semana.
Sheyla.

Mônica disse...

Neia, eu nao perdia um capitulo. E eu deliciava coma s historias. E o Boa noite para cada irmão e irmã.
Eu sofria, ria, chorava e me divertia assistindo a este seriado.
Nem sei quantos anos eu tinha.
Mas nao tinha um diario como ele.
Mas minhas redaçoes eram sempre elogiada pela professora de portugues.
com carinho MOnica
quanta saudade!

Maria Célia disse...

Ei Néia
Lembro-me bem deste seriado, todos da família davam boa-noite uns aos outros.
Certamente você já tinha o talento para a escrita, e alguns estímulos externos te impulsionaram.
Beijo.
PS: tá difícil entrar no seu blog e deixar comentário, é a 2ª vez que tento.

Sílvia Vilela disse...

Adorava os Waltons e largava tudo para ver essa familia que me encantava e queria para mim. Quantas histórias.... entrei através da Caludia e adorei. Beijo em vc e uma bela semana.

Sotnas disse...

Olá Néia, e que tudo esteja bem!

Com certeza você já veio a este mundo, cheia de inspiração, apenas o viver sempre se encarrega de nos lembrar da missão que nos foi designada quando por cá chegamos!

Sobre o seriado, eu também assistia sempre que possível, era um modelo de boa família, onde todos se respeitavam, e, acima de tudo amavam-se uns aos outros.
Pois é, você sempre teve muito bom gosto, desde sempre!

E grato eu me vou deixando sempre meu desejo para que seja sempre deveras inspirado e feliz este teu intenso viver, obrigado pelas visitas e amizade, um grande abraço e, até mais!

ValeriaC disse...

É mesmo querida e que bom que existem inspirações preciosas por nossos caminhos...
Beijos e bom final de semana,
Valéria

pensandoemfamilia disse...

Certamente a inspiração só precisa voar por onde os olhos passam.
bjs

BIA disse...

Que legal Néia! Hoje em dia está tão em falta mais cultura e uma boa programação na TV brasileira. Na descrição do seu post, parece tão romântico, você teve boas influências!
Bjs