11 de mar de 2015

Bloco de notas

 
     Vez ou outra costumo usar o bloco de notas do celular para escrever algo que venha à mente e mereça ser guardado, apesar de apreciar muito mais o caderninho que levo à bolsa, nele rabisco alguns pensamentos para desenvolvê-los mais tarde com tranquilidade e atenção, nem sempre disponíveis em todo momento. Hoje folheando aquelas páginas já meio amareladas, encontrei esse pequeno texto que já fez e espero que me faça sempre tão bem:

       As fragilidades e incertezas são apenas uma simplificação da vida, repleta de desafios, decepções e dores que vão nos provar até os últimos dias. E o segredo da alma está, justamente, em transformar tudo isso em forças positivas fazendo de nós personagens vívidos e interessantes, independente de condição social ou cultural.  Em algum lugar também outras pessoas vão pensar e agir da mesma forma, alguns com mais ou menos intensidade, o que importa é que desta identificação, gera-se então
grandes amigos e, algumas vezes, eternos amores.



Direitos Reservados

6 comentários:

jair machado rodrigues disse...

Tudo a seu tempo, minha querida amiga Néia, sabe-se lá porquê tu o deixaste passar, mas veja a importância dele agora, para mim é quase uma tábua de salvação num oceano de incertezas e maldades, de humanos desumanos e sentimentos que podem ser tão falsos quanto verdadeiros, e a gente iludido no meio sem saber que caminho seguir e acertar. Mas o segredo da alma, como dizes, talvez esteja aí nossa força para transformar tudo isso, as incertezas em certezas, o trivial em interessante, enfim, cantar a beleza da vida a cada dia, a cada segundo vivido, porque isso sim é importante..
Ainda bem que recuperaste este texto, ele realmente faz bem, me fez muito. Obrigado amiga por compartilhar.

Maria Célia disse...

Oi Néia
Que texto lindo, Néia, recuperá-lo foi uma boa ideia.
E o caderninho, com certeza é muito bom escrever nele.
Um beijo.

Mônica disse...

Neia
Você é genial. Por isso me identifico com seus textos.
Vou repetir o que escrevi agora mesmo . Espere. Vou copiar.

Mônica disse...

Neia não consegui colaro texto que fiz na LUma.
E mais ou menos o que quero dizer pra você!
Os caminhos da vida só são fáceis se a gente permanecer com a esperança de que o outro dia por mais difícil que foi o ontem e o hoje o amanha será sempre melhor e é a oportunidade de você mostrar pra que veio ao mundo.
com carinho Monica
Ando com preguiça de entrar nos blogs porque a internet fica lenta

Camila Monteiro disse...

Que linda inspiração. continue escrevendo seja lá onde for... Quem ganha somos nós! :)

BIA disse...

Oi Néia!

Também mantenho os meus caderninhos de anotações mesmo diante das novas tecnologias... ainda amo livros, revistas, cadernos e anotações em papel... embora os equipamentos eletrônicos sejam maravilhosos a bateria acaba... coisa que com o papel não acontece, enfim estamos diante dos tempos modernos!
Concordo com o seu pensamento do post! :)
Bjs