12 de nov de 2016

Piedade!




1

      Um artigo publicado nos últimos dias tem causado assombro e indignação: "Estamos diante de uma geração de idosos órfãos de filhos vivos". A que ponto chegou a humanidade, onde os valores são, cada vez mais, materiais. 
     Chegar à uma idade avançada com um bom recurso financeiro pode garantir um domicílio confortável, plano de saúde, alimentação saudável, itens básicos para uma vida de qualidade. No entanto, a realidade é bem diferente, com pouca ou nenhuma renda, muitos velhinhos são deixados nas instituições que se veem, continuamente, com dificuldade em receber o  elevado número desse público que os tem procurado. Na última década, relatam os gestores dos asilos, essas pessoas são deixadas pela própria família. Alegando dificuldade nos cuidados prometem voltar nos dias de visita, até mesmo trazer uma ajuda monetária, porém em pouco tempo costumam mostrar o que de fato desejavam, nunca mais dão o ar da graça.
     Misericórdia Senhor, misericórdia dessa geração abandonada! 




Direitos Reservados

3 comentários:

Maria Célia disse...

Oi Néia
Coisa absurda e desumana, os homens perderam a noção do amor e da gratidão.
Beijos.

Adelaide Araçai disse...

Costumo comentar com minha filha que seguimos exemplos e minha filha e seus primos, presenciaram e ainda presenciam, os familiares "disputando" para cuidar das avós, mesmo a duas sendo bem teimosinhas e de difícil convivência, rsrs. Em resumo, aqueles que abandonam os seus estão ensinando seus filhos como devem ser tratados no futuro.
Muita Luz e Paz!
Abraços

pensandoemfamilia disse...

Uma triste e lamentável realidade O coração destes pais devem sangrar com este abandono. bjs